Pesquisa mercadológica: o que é e como funciona?

José Trindade
José Trindade
em 30/09/2020
Redação
Redação
em 30/09/2020
...

A pesquisa mercadológica é uma ferramenta se torna indispensável em diversos estágios do seu negócio, esteja ele em momento de criação, de inovação, expansão ou relocalização.

Isso porque, ao desenvolver a pesquisa mercadológica, é possível direcionar o objetivo da empresa para o questionamento que a organização deseja sanar.

Sendo assim, para se destacar no nicho, é preciso entender o ambiente em que seu negócio está inserido, quais são os principais desafios e quais estratégias devem ser utilizadas.

Por isso, criamos este post completo, onde vamos te mostrar o que é e para que serve uma pesquisa mercadológica.

Vamos lá?

O que é a pesquisa mercadológica?

A pesquisa mercadológica é uma ferramenta usada para entender a realidade atual de um mercado com o objetivo de potencializar as decisões do seu negócio.

Na prática, estamos falando em uma forma de coletar as informações importantes para a organização, como, por exemplo, “qual o público alvo do meu produto?” e interpretá-las.

Agora que você já conhece o conceito, é necessário entender porque a pesquisa mercadológica é tão importante para sua empresa.

Porque realizar uma Pesquisa Mercadológica?

Foto de Lukas no Pexels

Apesar dos evidentes benefícios da pesquisa mercadológica, existe uma impressão errônea sobre seus custos e sua finalidade restrita apenas a empresas que estão iniciando no mercado.

No entanto, essa ferramenta tem sido amplamente utilizada para direcionar empresas em diferentes estágios de desenvolvimento, uma vez que a realização da pesquisa permite:

  • Avaliar a viabilidade de um produto/serviço;
  • Explorar novos nichos de mercado;
  • Criar segmentos;
  • Descobrir informações privilegiadas;
  • Elaborar estratégias mais competitivas;
  • Testar novas campanhas e posicionamentos.

Além de todas essas vantagens, alguns motivos centrais levam as empresas a desenvolver a pesquisa mercadológica. 

Isso porque, quando realizada de maneira eficaz, pode alavancar a estratégia da mesma.

Confira abaixo os 3 principais motivos:

1. Conhecer o comportamento do seu público:

Com a pesquisa é possível fornecer o comportamento e caracterização do público alvo. De posse dessas informações, seu negócio poderá determinar estratégias e táticas para gerar empatia com o potencial cliente, facilitando o momento de compra.

Quais informações é preciso nesse ponto?

Dados qualitativos e quantitativos dos clientes como:

  • hábito de consumo;
  • estilo de vida;
  • renda;
  • idade;
  • sexo;
  • localização e entre outros.

2. Analisar oportunidades e riscos

Com o direcionamento da pesquisa é possível entender os principais fornecedores e matéria-prima com melhor custo benefício.

Assim como, esta ferramenta também pode ser aplicada para compreender como os seus concorrentes estão atuando, gerando insights preciosos para tomada de decisão do seu negócio.

Dessa forma, a análise mercadológica se torna grande aliada para desenvolver uma Análise SWOT.

Levantando quais seriam as principais oportunidades e ameaças do ambiente em que sua empresa participa.

3. Identificar tendências

Destrinchando o mercado e o perfil do seu público, a organização consegue identificar antecipadamente tendências e estimar qual seria o segmento com maior potencial, ou até mesmo, estimar a demanda a ser atendida.

7 Passos para tornar sua pesquisa mercadológica assertiva

1. Defina o objetivo

O primeiro passo ao iniciar o planejamento da pesquisa, é definir o objetivo da mesma.

Ou seja, é preciso entender o que o seu negócio quer descobrir a partir dessa ferramenta.

2. Defina seu público-alvo

Determine para quem você irá direcionar a pesquisa. Esse público deve ser definido a partir do objetivo do tópico anterior.

Sendo assim, como exemplo, o público pode ser: fornecedores, concorrentes, potenciais clientes, clientes ativos e entre outros.

3. Determine o espaço amostral

Nesse momento você deve determinar quantas pessoas devem responder sua pesquisa.

É preciso analisar estrategicamente, espaços amostrais pequenos demais tornarão as respostas pouco diversas.

Mas cuidado, ao determinar o espaço muito amplo, a pesquisa pode se tornar menos prática e irá alavancar elevados custos.

2. Elabore o questionário

Chegou o momento de elaborar as perguntas da pesquisa, lembre-se, elas devem ser objetivas, claras e imparciais.

Considere um número razoável de perguntas para evitar que sua pesquisa se torne cansativa.

Para isso, você pode utilizar de algumas ferramentas de gerar e publicar formulários, como:

  • Typeform: plataforma simples e objetiva, se destaca por ser bastante didática
  • Google Forms: plataforma do google que, com apenas alguns cliques, você consegue inserir suas perguntas;
  • Surveymonkey: ferramenta que se destaca por possuir diversos modelos de pesquisa, tornando esse processo mais rápido;
  • Opinion Box: solução brasileira para desenvolver formulários online.

Após fazer o levantamento de perguntas, teste a pesquisa internamente e colha feedbacks da experiência ao responder.

6. Aplique o questionário

Defina por quais canais você irá fornecer o questionário, e em seguida aplique-o.

Lembre-se que para aumentar a conversão em respostas o ideal é mesclar os canais de comunicação, como por exemplo: E-mail, WhatsApp, ligação e entre outros.

7. Analise os resultados

Após coletar as respostas, na última etapa você deve compilar os resultados.

Ao fazer esse processo lembre-se de tornar os dados organizados e visuais, nessa etapa, utilize de diagramas e gráficos.

Apesar de gerar um volume alto de informações parecer fácil, os dados não dizem nada por si só.

É fundamental a escolha os dados que responda o objetivo da sua pesquisa, e traçar uma rota de interpretação dos mesmos.

Quais os principais tipos de pesquisa de mercado?

Foto de Lukas no Pexels

Agora que você já sabe os passos da análise, para te ajudar no processo de construção, trouxemos os principais tipos de pesquisa utilizados. Com essas dicas, você vai entender qual pesquisa se encaixa melhor no seu negócio.

Pesquisa para lançamento de produtos

Nesse método, o objetivo é expor o seu produto ao público, e estudar quais serão o comportamento do cliente, preferências e, até mesmo, determinar a demanda que será gerada.

Sendo assim, aposte em perguntas direcionadas a entender como o público enxerga seu produto.

Força de marca

Nessa pesquisa, o objetivo é identificar como o público reage a sua marca.

Quais são os pensamentos, comportamentos e ações que aquele espaço amostral tem sobre sua marca.

Sejam elas positivas ou negativas, a pesquisa irá ajudar a tomar decisões sobre o posicionamento da marca.

Hábitos de consumo

Por fim, um dos tipos mais famosos é identificar os hábitos dos consumidores do nosso serviço ou produto.

Essa pesquisa é de grande importância principalmente para o time comercial e de marketing da empresa.

Isso porque, com os dados de consumo dos clientes, é possível adotar estratégias alinhadas com as características da persona.

Conclusão

Por fim, para entender qual pesquisa mercadológica se encaixa melhor para sua empresa, naquele momento, é preciso ter uma visão interna do negócio.

As informações obtidas por meio da pesquisa são muito valiosa, logo, trate-as como ouro! Ser direcionado por dados é a principal forma de tomar decisões assertivas e obter sucesso.

Após ler esse artigo, ficou claro o porquê sua organização precisa fazer uma pesquisa mercadológica?

Saiba que esse é o primeiro passo, o desenvolvimento do seu negócio não para por aqui. 

A pesquisa mercadológica, acompanha muitas outras ferramentas de planejamento estratégico e análise interna.

Compartilhar artigo
Quer mais novidades? Inscreva-se em nosso boletim para receber atualizações.
Digite seu e-mail...