Planejamento Financeiro Empresarial: Conheça o passo a passo para o sucesso

Redação
Redação
em 12/01/2021
Redação
Redação
em 12/01/2021
...

Segundo dados do Sebrae, 1 a cada 4 empresas fecha antes de completar 2 anos no mercado. Isso se dá por muitos fatores, falta de experiência do empreendedor, falta de recursos, mal planejamento de marketing e entre eles a falta de planejamento financeiro.

Empresas que não se planejam estão mais vulneráveis aos problemas. É por meio do planejamento que você consegue enxergar o negócio mais criticamente, definindo objetivos, projetando cenários e identificando pontos a melhorar.

Uma boa gestão financeira é essencial para o empreendedor que deseja ter um negócio em bom funcionamento e garantir seu espaço no mercado.



O que é o planejamento financeiro empresarial?

O planejamento financeiro empresarial é um conjunto de ações e ferramentas que buscam entender, organizar e gerenciar os recursos financeiros de uma empresa para que ela consiga atingir seus objetivos estratégicos e possa melhorar seus resultados.

Algumas dessas ações necessárias para o planejamento financeiro são a projeção de receitas, despesas e cenários, descrevendo cada atividade, recursos e materiais necessários para alcançar os objetivos empresariais dentro de um prazo previamente estipulado.

O planejamento financeiro de um negócio está diretamente ligado ao planejamento estratégico da empresa. Enquanto o planejamento estratégico determina uma série de ações que uma empresa precisará realizar para atingir x objetivo, o planejamento financeiro transforma essas ações descritas em dinheiro, mostrando os custos necessários para implementar as etapas das ações estratégicas.



Qual a importância de realizar um planejamento financeiro empresarial?

O planejamento financeiro é fundamental para qualquer empresa que deseja obter sucesso e uma base de crescimento forte. Sem esse planejamento, não é possível tomar decisões estratégicas mais assertivas no seu negócio, aplicar investimentos, identificar oportunidades, realizar uma análise financeira, entre outras atividades. 

Por isso, todo e qualquer negócio, independente do tamanho que tiver, deve possuir um planejamento financeiro completo e bem feito.

Uma das principais consequências de não levar a sério essa importante etapa na sua empresa, é o número de empresas falindo todos os anos, muitas antes mesmo de completar 2 anos de existência, assim como mencionado no início deste blogpost.

Se você deseja ter um crescimento saudável, previsões de futuro e uma empresa próspera, comece pelo planejamento!




Como deve ser feito o planejamento financeiro da sua empresa?

Como vimos, o planejamento financeiro empresarial facilita a projeção de cenários e indica a real situação econômica do seu negócio, apontando qual caminho e quais ações tomar para atingir os objetivos organizacionais.

Por isso, sem esse planejamento para dar um norte à sua empresa, manter o negócio firme pode ser difícil a longo prazo. Dessa forma, pensando em ajudar o seu negócio, separamos 10 dicas para que você consiga fazer um bom e eficiente planejamento financeiro empresarial, confira:



Conheça o cenário atual da sua empresa

    O primeiro passo para iniciar o planejamento financeiro na sua empresa, é entender e conhecer a sua situação atual, ou seja, avaliar o tempo de mercado, compreender seus pontos positivos e negativos, suas oportunidades e ameaças, fazer um levantamento das despesas e previsões de entradas, compreender melhor seu público-alvo, analisar sua concorrência, seu produto ou serviço prestado, o impacto da economia no seu negócio; enfim, todos os elementos que podem impactar no seu planejamento.

    Em resumo, é preciso destrinchar todos os elementos que compõem o seu tipo de negócio. Porém, dê destaque aos elementos financeiros, procure fazer um balanço patrimonial, para entender a posição financeira e econômica da sua empresa, contemplando seus ativos e passivos. Esses números vão te permitir fazer uma análise mais precisa e objetiva do patrimônio, verificando faturamento, lucratividade, e outros índices importantes para entender a saúde financeira do negócio.

    Organize todas as informações financeiras em uma planilha

      Agora que você conheceu melhor a situação atual da sua empresa, é o momento de organizar o planejamento financeiro em uma planilha ou ferramenta para ter uma visão mais ampla sobre seus custos, despesas e ganhos.

      A tarefa de documentar todas as informações contábeis da sua empresa pode ser difícil, porém é muito importante ter uma visão global e transparente da situação atual do negócio.

      Comece planejando tudo o que você pretende ganhar ao longo de um determinado período, ou seja, planeje seu faturamento. O ideal é que o planejamento financeiro seja realizado para o período de um ano, dividido mês a mês.

      Após isso, planeje e anote todos os gastos ao longo do período, gastos com salários, aluguel, energia, fornecedores, manutenção, adquirir novos equipamentos, abrir uma nova loja, juros de empréstimos, entre outros.

      Construa também um plano de vendas com fontes de receita, modelo de precificação, canais de distribuição, etc. Depois, construa os demonstrativos financeiros para ter uma visão mais consolidada da situação financeira da empresa naquele período. Dessa forma, você poderá analisar se suas projeções estão realistas, se você pode maximizar sua receita, cortar custos, etc.

      Após tudo feito e anotado em alguma planilha ou ferramenta de planejamento financeiro, repasse todos os itens e defina as prioridades, identifique aqueles sonhos que podem esperar mais um pouco e os que são mais urgentes para o seu negócio.


      Projete cenários diferentes

        Com um bom planejamento, é possível estar preparado para lidar com qualquer situação futura. Para isso, é preciso projetar seu negócio para cenários distintos, trabalhando com diversas possibilidades, considerando ações e contextos diversos para alcançar os objetivos organizacionais.

        Procure trabalhar com três tipos de cenários: um otimista, um realista e um pessimista. Para isso, coloque as contas no papel, faça um levantamento das despesas fixas e variáveis, estabeleça metas e projete o ciclo operacional da empresa em pelo menos 3 tipos de cenários diferentes.

        Quando você analisa a real situação da empresa, é capaz de ter dados importantes que te deem mais segurança para tomar decisões e enfrentar qualquer cenário no momento que for preciso.

        Construa um plano de ação

          Depois de registrar tudo, chegou o momento de traçar os planos de ação. É o momento em que tudo que foi colocado no papel deve se tornar realidade, por isso, nessa etapa você deve:

          • Definir objetivos e metas que reflitam as projeções financeiras;
          • Mapear as ações necessárias para que o que foi planejado se transforme em realidade;
          • Criar um cronograma para essas execuções;
          • Dividir tarefas conforme as responsabilidades e competências da sua equipe;
          • Mensurar os resultados;
          • Documentar tudo o que foi feito para ser avaliado futuramente.

          Ou seja, é o momento de colocar a mão na massa e começar a realizar o que foi planejado anteriormente.


          Proponha metas reais

            Um bom planejamento financeiro precisa ter metas estabelecidas para guiar a empresa a alcançar o objetivo final. Na hora de estabelecer essas metas, pense em algo factível, real e dentro das possibilidades que a empresa apresenta. Não adianta elaborar metas estratosféricas, se o cenário econômico não ajuda ou se sua empresa não está pronta para isso.

            Mantenha os pés no chão, metas impossíveis podem desmotivar sua equipe e fazê-los desacreditar do objetivo final!


            Controle e reduza gastos

              Sempre que possível, diminua ou elimine os gastos desnecessários ou pouco úteis para sua empresa. Ainda que algumas coisas pareçam ser essenciais, sempre é possível reduzir gastos ao realizar um planejamento financeiro.


              Precifique corretamente seu produto ou serviço

                Através da análise dos custos de produção, expectativa de lucro, quanto de faturamento sua empresa deseja adquirir, despesas de salário, entre outros pontos é que se determina o valor do produto ou serviço oferecido.

                O preço precisa estar correto para promover o crescimento da sua empresa, caso contrário, é necessário reavaliar o valor definido. Se o preço atual for um problema, uma boa opção é rever todos os custos utilizados no processo e estudar uma forma de reduzi-los, promovendo mais entradas, ou se necessário, aumentando o preço da solução.

                Registre, controle e avalie

                  Ter um bom controle do setor financeiro é muito importante para o seu planejamento. Por isso, é importante registrar tudo o que for feito. Dessa forma, é possível que você consiga comparar os resultados reais com as projeções antes feitas para verificar se as metas estão sendo atingidas ou se é necessário alguns ajustes. Esse controle rígido ajuda a identificar problemas financeiros antes que eles virem grandes incêndios na organização.

                  Considere a ajuda de um consultor financeiro

                    A rotina do empreendedor é muito corrida e muitas vezes deixamos alguma coisa importante passar por conta da rotina atarefada. Portanto, toda ajuda é sempre bem-vinda.

                    Mesmo você já sendo um empreendedor experiente terá que pensar em diversas coisas, como organização do fluxo de caixa, necessidade de capital de giro, processos de contas a pagar e receber, entre outros. Ou seja, esse planejamento tomará muito tempo da sua rotina. Por isso, se for necessário, ao iniciar o planejamento financeiro da sua empresa, considere a contratação de um consultor financeiro. Um olhar de fora pode ajudar a traçar planos mais certeiros e mostrar oportunidades e ameaças que você ainda não tinha enxergado.

                    Utilize a tecnologia a seu favor

                      Para conseguir realizar todas as análises necessárias do seu planejamento financeiro, você precisará de uma ajudinha da tecnologia. Independente do porte ou faturamento da sua empresa, é importante sempre contar com uma ferramenta de gestão financeira.

                      Os softwares de gestão financeira são desenvolvidos para atender as necessidades especiais dos negócios. O uso dele facilita e agiliza diversos processos, como extração de relatórios, e te dá um olhar mais estratégico e analítico sobre seu negócio.

                      E para finalizar

                      Como vimos, o planejamento financeiro é essencial para qualquer empresa, independente do seu porte, faturamento ou setor em que atua. O planejamento financeiro deve estar alinhado com o planejamento estratégico do seu negócio. Assim, é possível transformar as metas e objetivos organizacionais em um orçamento financeiro para monitorar o futuro financeiro da sua empresa.

                      Para um bom planejamento financeiro, é muito importante que você consiga entender o cenário atual da sua empresa, os gastos, os custos, as fontes de receita, suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças e tudo aquilo que possa impactar no seu planejamento financeiro futuro. Esteja atento para sempre analisar e melhorar aquilo que foi planejado e esteja pronto para mudar os planos sempre que o cenário financeiro também mudar!

                      Compartilhar artigo
                      Quer mais novidades? Inscreva-se em nosso boletim para receber atualizações.
                      Digite seu e-mail...