CONTEÚDO DE BLOG

Ideias de negócios: Descubra a importância de validar as suas ideias de negócios!

Se você já teve uma ideia inovadora ou pensou em um plano de negócios exclusivo para a sua empresa, provavelmente se pegou pensando na necessidade de validação da mesma. 

Entretanto, por falta de reconhecimento ou entendimento geral da importância, desconsiderou a etapa de validação e prosseguiu com o andamento da ideia. 

Tal ação é perigosa, e pode gerar prejuízos significativos e investimentos falhos. 

Por isso, explicaremos neste artigo toda a importância existente em validar suas ideias de negócios, bem como a realização do mesmo e os seus benefícios. 

Porém, antes de irmos para o ponto principal do nosso texto, iremos explicar e conceituar a validação, evidenciando seu funcionamento e os seus objetivos

O que significa validar as ideias de negócios? 

Validar as ideias de um negócio está diretamente ligada à opinião e aceitação do público em relação a sua ideia. Como o próprio nome já fala, analisa se a mesma é válida para os clientes do mercado em que a empresa está inserida. 

Assim, a partir da validação é possível testar modelos diferentes de implementação e consultar a parte fundamental do sucesso: o público

Ou seja, validar uma ideia é avaliar a mesma a partir da investigação de público e mercado, observando o desempenho e desenvolvimento dela. 

Objetivos da validação 

Como dito anteriormente, o principal objetivo da validação é testar se uma ideia é ou não válida para o público, analisando as chances de sucessão da mesma e a compensação do investimento. 

Entretanto, há outros objetivos fundamentalmente importantes nesta etapa, tais como: 

  • Definir variáveis fundamentais para o desenvolvimento da validação, como: público-alvo, quantia de investimento, tempo de testes e locais, etc; 
  • Análise dos resultados dos testes, possibilitando alterações, melhorias e desistências; 
  • Redução de custos; 
  • Construção de um MVP; 
  • Entendimento da relação solução x problema e o reflexo no público alvo. 

Importância de validar as suas ideias de negócio 

A partir da leitura dos tópicos anteriores, já é possível ter uma ideia da importância do ato de validar as suas ideias de negócio. 

A viabilização de uma empresa, bem como o seu sucesso, depende primordialmente da existência e aprovação do público. 

Sem público não há a possibilidade de manutenção no mercado, pois é a partir da conquista de clientes que há o faturamento, o crescimento de autoridade, o destaque competitivo, etc. 

Assim, é fundamental ter a validação do público como etapa fundamental do desenvolvimento de uma ideia, que precisa ser aprovada pelo público para a sua sucessão. 

Como dito por Jeff Bezos, fundador da Amazon: 

Nós vemos os nossos clientes como convidados para uma festa em que nós somos os anfitriões. É nosso trabalho de todos os dias fazer com que cada aspecto importante da experiência do cliente seja um pouco melhor.” 

Por isso, é fundamental investir em ideias válidas e benéficas para o público, pois a satisfação do mesmo é a chave do sucesso de qualquer negócio. 

Dessa forma, não hesite em dar a esta etapa a importância que ela merece. As consequências da não validação podem ser irreparáveis, gerando frustrações significativas, insucessos, redução de lucros e até inviabilidade de continuidade. 

Como validar as suas ideias de negócio? 

Agora que você já sabe o que é, reconhece os objetivos e a importância, deve estar interessado em validar as suas ideias de negócio. 

Mas, como fazer isso? 

Para te aprofundar no assunto e te mostrar como você pode colocar a validação em prática, preparamos um passo a passo simples e resumido. 

  1. Defina a ideia principal a ser testada 

O primeiro passo, obviamente, é definir a ideia a ser desenvolvida. 

Banner da Rock Convert Esag Jr2

Nessa etapa inicial, é fundamental se atentar às ideias semelhantes já desenvolvidas e a viabilização das mesmas. 

É importante entender como o mercado está perante a solução pensada, analisando se já não há implementação demasiada da mesma com insucessos significativos ou se a ideia em questão é algo realmente novo e atrativo. 

Se já há implementação da sua ideia por outras empresas, não desista da ideia tão fácil assim. Analise a possibilidade de ampliar e melhorar ainda mais a solução, tornando-a inovadora na proposta já existente. 

Além disso, é imprescindível analisar o contexto competitivo, atentando-se à existência de um espaço para sucessão. Às vezes, um produto ou serviço já está tão disseminado que não produz mais bons resultados para empresas iniciantes. Nesses casos, é melhor repensar o investimento. 

  1. Procure opiniões sinceras de quem entende do assunto 

Antes de testar o público, questione outros profissionais que entendem do assunto sobre a ideia previamente definida. 

Essa etapa é importante pois a visão externa de diferentes especialistas consegue mostrar pontos não observados previamente por você, gerando uma possibilidade assertiva ainda maior. 

A experiência e honestidade devem ser levadas em consideração, por isso, procure apenas profissionais que se encaixem nesses requisitos. 

  1. Defina as variáveis fundamentais e específicas 

Algumas variáveis são extremamente importantes para a execução correta da validação, pois de nada adianta testar uma ideia se o teste for feito com o público errado, por exemplo. 

Por isso, é indispensável definir todas elas, criando um rumo para a sua pesquisa de mercado e direcionando a mesma. 

Alguns exemplos de variáveis fundamentais que devem ser definidas nessa etapa são: 

  • Público alvo 
  • Custos 
  • Valores propostos 
  • Locais de testes e períodos 
  1. Crie um MPV (mínimo produto viável) 

O mínimo produto viável é quase que um “protótipo” que será utilizado nos testes de validação. 

Assim, um produto é criado com a mínima utilização de recursos possíveis, focando na ideia central do projeto por completo. 

A partir dele, será possível testar o sucesso da ideia principal gastando o mínimo de recursos possíveis. 

  1. Crie uma identidade 

Com o MPV em mãos, é necessário criar uma identidade própria e até mesmo patentear a sua ideia. 

Assim, será possível identificar o seu negócio e referencia-lo, aumentando a autoridade do mesmo. 

  1. Realize os testes 

Após criar o MPV e a identidade do produto em questão, é hora de pôr em prática tudo que foi idealizado e realizar os testes necessários. 

Vale salientar a importância de realizar os testes seguindo as variáveis definidas anteriormente, para que não haja interferências no resultado real. 

  1. Analise os resultados 

Por fim, é hora de analisar os resultados obtidos e estudar a viabilização da ideia.

Além disso, também é possível adequar e alterar alguns pontos, tornando o produto ainda mais atrativo para o público. 

Conclusão 

Após ler e entender os tópicos acima, ficou fácil reconhecer toda a importância existente em validar as suas ideias de negócio para a sucessão das mesmas, não é mesmo?

Por fim, esperamos que esse conteúdo tenha sido útil para esclarecer demais dúvidas sobre o tema.

Caso tenha interesse em conhecer ainda mais soluções em marketing e vendas, clique aqui e entenda todos os nossos serviços disponíveis, capazes de elevar o seu negócio a grandes patamares. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Aproveite a visita para
assinar a nossa newsletter.