CONTEÚDO DE BLOG

Rebranding: o que é e como fazer de forma sutil

No processo evolutivo de toda e qualquer empresa, há momentos de estagnação comercial. 

Dessa forma, dentro de um mercado comercial cada vez mais competitivo, surge a necessidade de inovar e se reinventar, mudando e melhorando a imagem corporativa. 

Tal estratégia já foi utilizada por diversas multinacionais, que após seguidas inovações e realizações ganharam os patamares mais altos de seus segmentos, como o Google, por exemplo. 

Mas, muitos proprietários e gestores não conhecem a estratégia, as suas vantagens e o modo certo de fazê-la. 

Por isso, para explicar os aspectos mais importantes do tema e te fazer entender o que é como fazer de forma sutil para não mudar completamente a identidade do seu negócio, preparamos os seguintes tópicos: 

  1. O que é Rebranding? 
  2. Benefícios 
  3. Como fazer o Rebranding de forma sútil? 
  4. Conclusão 

O que é Rebranding? 

Rebranding (reformulação em tradução livre) é uma estratégia de mercado definida pela Wikipédia da seguinte forma: 

“Rebranding ou Redesign é uma estratégia de marketing, no qual uma organização decide alterar a sua denominação, ou o seu logotipo, ou o seu design, ou outros elementos identificativos, para formar uma nova identidade.” 

Ou seja, é uma ferramenta que possui o objetivo de reinventar o seu negócio no mercado em que está inserido. 

Essa mudança pode acontecer de várias formas, seja por modificações na identidade visual, pela mudança na proposta da sua empresa ou pela mudança de posição da mesma. 

Como dito anteriormente, é uma estratégia que já foi e continua sendo adotada por empresas de grande sucesso, como: Mc Donalds, Burger King, Warner Bros, Havaianas, etc. 

Todas as empresas citadas acima investiram na repaginação da identidade visual da empresa, mas, independente de qual seja a forma de inovação, a mesma costuma trazer benefícios inegáveis e muito proveitosos para a empresa.

No tópico a seguir, você encontra os principais deles. 

Benefícios 

Além da importância principal (que é atender a necessidade de inovação), adotar o Rebranding oferece vantagens incontestáveis e extremamente proveitosas para toda e qualquer empresa. 

Dentre todos os benefícios existentes, podemos citar como principais: 

  • Conquista de novos clientes: Inovação e mudança sempre será sinônimo de conquista de público. Isso porque, ao modificar aspectos gerais da sua empresa, um novo público é conquistado pelo maior alcance de pessoas com as alterações feitas, que costumam gerar atratividade. Dessa forma, novos clientes são atraídos, conquistados e convertidos, os quais apresentam grande potencial de fidelização. 
  • Crescimento e evolução empresarial: Como já dito anteriormente, a estagnação acontece em estágios de evolução de toda e qualquer empresa. Entretanto, permanecer estagnado faz com que a evolução empresarial seja mínima ou nula, levando o negócio ao insucesso boa parte das vezes. Por isso, utilizar o Rebranding é uma ótima forma de gerar crescimento e evolução empresarial. Isso porque, com as modificações feitas, as chances de sucessão e progressão são aumentadas significativamente. 
  • Aumento de vendas: Em decorrência dos dois tópicos anteriores, as vendas também crescem significativamente. Isso porque, com a atratividade, a conquista de novos públicos e a saída da fase estagnada, há um crescimento exponencial das vendas e de potenciais compradores. Assim, a rentabilidade da empresa também aumenta significativamente, gerando maior lucro e possibilitando ainda mais investimentos. 
  • Ganho de autoridade: Ao ganhar espaço no mercado comercial, há também o ganho de autoridade e reconhecimento. Afinal, quem não deseja fazer da própria empresa uma referência no contexto competitivo em que está inserida? Por isso, ganhar autoridade empresarial é tão importante e válido para qualquer proprietário que almeja o sucesso. 
  • Seguimento de tendências e atualizações: O mundo e a sociedade estão em mudanças constantes, por isso, é necessário adequar-se às tendências e passar por atualizações sempre que possível. Para isso, conte com a reformulação da sua identidade empresarial. 

Tendo em vista todos os benefícios listados acima, fica fácil entender quão importante e vantajoso é fazer um Rebranding na sua empresa. 

Mas, para isso é importante que haja sutileza durante o processo e as mudanças, para que a essência principal do seu negócio seja mantida. 

Afinal, se a essência da sua corporação é válida e funcional, ela não deverá sofrer alterações, apenas melhorias. 

Entretanto, é possível alterar bastantes aspectos de forma sútil e sem mudar completamente a identidade visual e funcional do seu negócio. 

Para aprender como fazer isso de forma prática e direta, basta acompanhar a leitura do nosso artigo. 

Banner da Rock Convert Esag Jr2

Como fazer o Rebranding de forma sútil? 

Como dito acima, é importante manter a essência e os princípios do seu negócio mesmo com as alterações. 

Para fazer o Rebranding de forma sútil e efetiva, mantendo clientes antigos e conquistando novos, você pode adotar os seguintes passos: 

  1. Diagnóstico inicial 

Para começar esse processo, é importante que haja um diagnóstico inicial dos elementos visuais da sua empresa. 

Após diagnóstico, será possível perceber o que precisa ser modificado para tornar a logo e tudo que a envolve mais atrativa ao mercado. 

Dessa forma, é interessante analisar os aspectos atuais existentes e elencar todos aqueles que precisam ser modificados, sem alterar os fundamentos centrais da empresa. 

  1. Definição de objetivos 

Após definir o que precisa ser mudado, é hora de definir o que pretende-se conquistar com as mudanças. 

Por isso, defina os seus objetivos com a realização das mudanças, para que todo o projeto seja direcionado, assertivo e funcional. 

Afinal, sem o alcance dos mesmos não há sentido no processo. 

  1. Contratação de profissionais designers competentes e exposição das ideias iniciais 

Com seus próprios desejos em mãos, é hora de contatar um profissional competente e expor tudo que foi definido até aqui. 

Assim, será possível analisar a viabilidade de determinadas mudanças e como as mesmas podem ser melhor implementadas. 

Nessa etapa muitas ideias iniciais serão alteradas para a melhor opção possível do mesmo propósito, a partir do conhecimento técnico e profissional. 

Por isso, não hesite em contratar profissionais competentes e especializados. 

  1. Mudança da identidade visual e demais aspectos inovadores 

Após expor as ideias e torná-las viáveis, é hora de pôr em prática o trabalho do designer e mudar a identidade visual do seu negócio e demais aspectos inovadores, como conceitos gerais e adição de princípios. 

Entretanto, lembre-se de manter a essência principal do seu negócio nessa etapa, para que o processo seja sútil. 

  1. Apresentação ao público e monitoramento de reação 

Por último mas não menos importante, é hora de apresentar todo o trabalho feito ao motivo de realização do mesmo: O público. 

Para essa apresentação, é importante criar uma expectativa antecipada, avisando previamente sobre a mudança de identidade e divulgando o feito de forma positiva para os seus clientes, que ficarão ansiosos para o resultado. 

Assim, a mobilização em cima do rebranding torna-se muito maior, e as chances de sucesso também crescem significativamente. 

Vale salientar ainda a importância de acompanhar o feedback do público em relação às mudanças realizadas, pois a reação é que irá ditar o sucesso do rebranding e a sua continuação. 

Em caso de feedbacks negativos, é interessante contar com participação ativa do público e retomar o processo com pequenos ajustes. 

Conclusão 

Agora que você já sabe o que é, entende a importância, reconhece os principais benefícios e sabe como fazê-lo, basta colocar o passo a passo acima em prática e aproveitar de todas as vantagens que o rebranding é capaz de oferecer a sua empresa. 

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Aproveite a visita para
assinar a nossa newsletter.