CONTEÚDO DE BLOG

Modelando e Construindo Ideias

Você possui uma grande ideia e pretende abrir um novo negócio? Ou então está determinado a repensar sobre os rumos que sua empresa vem tomando atualmente?

Você possui uma grande ideia e pretende abrir um novo negócio? Ou então está determinado a repensar sobre os rumos que sua empresa vem tomando atualmente?

Você possui uma grande ideia e pretende abrir um novo negócio? Ou então está determinado a repensar sobre os rumos que sua empresa vem tomando atualmente? Em ambos os casos, para ajudar a colocar em prática a sua ideia, você pode construir um modelo de negócio, ou seja, definir a maneira como sua empresa irá criar, entregar e capturar valor de forma que melhor se adéque aos seus objetivos.

Pensando nisso, Alexande Osterwalder e Yves Pigneur, em seu livro Business Model Generation, propõem uma ferramenta que ajuda a discutir, desenhar e inventar novos modelos de negócio de forma bem visual: O Business Model Canvas.

De maneira geral, o Canvas é um quadro que permite a visualização do modelo de negócio da empresa. Ele é dividido em nove blocos, que seriam as principais áreas de atuação da organização, dessa forma é possível que se tenha uma noção global de toda as operações do negócio. Os nove blocos são: Segmento de clientes, Proposta de valor, Canais, Relacionamento com cliente, Fontes de receita, Recursos principais, Atividades-Chave, Parcerias principais e Estrutura de custos.

Fazendo uma analogia ao cérebro humano, cujo lado direito controla as emoções e o esquerdo a lógica, a disposição dos nove blocos no Canvas foi realizada de maneira que o lado direito do quadro é relacionado ao valor entregue pela empresa ao cliente e o lado esquerdo mais voltado para a eficiência da organização.

Por onde começar:

Na verdade não existe uma sequência correta, mas o recomendado é que se inicie definindo os segmentos de clientes e a proposta de valor para que, em seguida, dê continuidade aos outros blocos.

Banner da Rock Convert Esag Jr2

Os nove blocos:

  • Os segmentos de clientes são todas as pessoas/organizações para as quais a empresa está gerando valor.
  • Para cada segmento de clientes deve existir uma proposta de valor específica, que são os produtos/serviços que geram valor para os clientes.
  • Os canais representam como a empresa comunica e interage com seu cliente para lhe entregar a proposta de valor.
  • Em seguida, o relacionamento com clientes define o tipo de relação que a empresa estabelece com seu cliente.
  • As fontes de receita determinam como empresa capta seus recursos.
  • Partindo para o lado esquerdo, os recursos principais mostram quais são os ativos indispensáveis para o negócio.
  • As atividades-chave demostram quais são as ações que a empresa realmente precisa realizar para poder ter um bom desempenho.
  • As parcerias principais apontam quais são os fornecedores/parceiros essenciais para alavancar a empresa.
  • E por fim, depois de se ter uma ideia da infraestrutura do negócio, tem-se também ideia da estrutura de custos necessárias para manter todo o modelo.

Embora a elaboração de um Business Model Canvas não pareça complicada, para se ter um modelo de negócio condizente com a realidade da empresa é essencial, durante a construção do canvas, ter como base dados referentes ao mercado no qual a empresa está inserida.

Para um novo empreendedor ou um executivo mais experiente, o Business Model Canvas é ideal para você que tem a ideia e só precisa colocá-la no papel. Em uma de nossas publicações, separamos dicas de apresentação a investidores para você que pretende abrir um negócio. Você pode acessá-las clicando aqui.

Continue lendo sobre plano de negócio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Aproveite a visita para
assinar a nossa newsletter.