lideranca-4-erros-que-voce-pode-estar-cometendo

Liderança: 4 Erros que Você pode estar Cometendo

Muito se discute sobre diferentes estilos de liderança nas organizações. Líderes mais rígidos, líderes mais flexíveis. Qual será que é o tipo de líder ideal? Essa pergunta é bastante difícil de ser respondida. Existem diversos autores que discorrem sobre o assunto. Um deles é o autor James C. Hunter, que fala principalmente da liderança servidora, em seu livro, O Monge e o Executivo. A partir desse livro, compilamos alguns erros universais que você, como líder, pode estar cometendo com sua equipe sem saber. Confira!

 

1 – Falar mais do que ouvir

 

O líder deve ser aquela pessoa que toda a equipe confia, muito aberto, aquele em que todos se sentem bastante à vontade para conversar. Dessa forma, o líder deve sempre ouvir muito mais do que falar. E não basta apenas ouvir, mas sim, ouvir ativamente, de forma que você realmente esteja se esforçando para bloquear seus pensamentos, escutar e absorver aquilo que a pessoa está lhe dizendo. O grande erro de alguns líderes é falar muito mais do que ouvir, fazendo com que as pessoas sintam que suas opiniões não são importantes e que não valem a pena serem compartilhadas.

 

2 – Não se colocar no lugar do outro

 

Empatia significa “capacidade psicológica de compreender sentimentos e emoções das outras pessoas”. Para um líder, essa característica é fundamental, pois uma de suas atribuições é lidar com pessoas em seu dia a dia. Para que o líder possa extrair os melhores resultados de sua equipe e entender sua melhor forma de trabalho, ele deve conseguir compreende-la da melhor maneira possível. Para que isso ocorra, na maioria das vezes, é necessário que ele se ponha no lugar do seu liderado, para que assim, possa entender melhor as situações. Sendo assim, um erro dos líderes é não se colocar no lugar do liderado para entender a situação como um todo e tomar decisões mais embasadas.

 

3 – Uso do poder e não da autoridade

 

Existe uma diferença entre poder e autoridade, porém a maioria das pessoas acaba não distinguindo. A autoridade consiste na habilidade de levar as pessoas a fazerem de boa vontade o que você quer, pela sua influência pessoal. Já o poder, é o direito de forçar alguém a fazer o que você quer, mesmo que a pessoa não queira fazer. O grande erro dos líderes é utilizar mais do poder, do que da autoridade. O poder acaba desgastando o relacionamento entre as pessoas, e ainda pode acabar prejudicando o clima e desempenho da equipe.

 

4 – Não ser meritocrático

 

A meritocracia consiste na tomada de decisões baseadas no mérito, ou seja, valorizar e recompensar as pessoas pela dedicação e resultados que entregam. Um comportamento que é valorizado, tende a ser repetido. A meritocracia faz com que seja mais fácil reter talentos, além de que o liderado acaba se sentindo mais responsável por aquilo que ele quer alcançar, fazendo com que ele dê o melhor de si. Dessa forma, um erro marcante de um líder é não prezar por esse merecimento.

 

Nunca teremos a resposta correta de como um líder ideal deve ser. Porém, acredita-se que algumas características ele deva ter, como por exemplo: ouvir mais do que falar, se colocar no lugar do outro, usar a autoridade e não o poder e ser meritocrático.